Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

SamuelDabó

exercícios de escrita de dentro da alma...conhecer a alma...

SamuelDabó

exercícios de escrita de dentro da alma...conhecer a alma...

22
Nov11

NÃO SÓ A LIBIDO...

samueldabo

foto livre tirada da net
{#emotions_dlg.redflower}
NÃO SÓ A LIBIDO...
***
os teus seios
bicos mamilares
bandeiras do corpo
desejo alimento
sobre lençóis manchados
da nossa pureza
tão animal

o teu rosto sereno
embalado da essência do sonho
flâmula da alma
exaltada das fantasias
que ainda flutuam
nos aromas impregnados
da nossa memória

os sexos pastosos
masturbados de prazeres
excêntricos apavorados
possessos dos apelos do cio
tantas vezes exaustos
exauridos de todos os sentidos
de leviana loucura

a alma imersa
num quase absoluto faustoso
da consciência
languidamente confusa
hiato na espera
que nos inerta e incapacita
de amar a certeza

o género feminino
o amor do todo inteiro mulher
a raiz do conhecimento
expressão da humana grandeza
alegria esperança
soltando da prisão o pensamento
da dinâmica sensitiva

autor: jrg
10
Jul11

UMA MULHER NAS PÉTALAS DO POEMA...

samueldabo

 

 

{#emotions_dlg.bouquete}

«««//»»»

 

 

 

lembro palavras apaixonadas

as noites festivas

os odores que me transmitias

lembro madrugadas

de emoções arrepiantes lascivas

que me percorrias



fixo nos teus olhos a doce magia

eu de ti inebriado

no sorriso lindo a sensualidade

pétala de flor fantasia

dentro de onde me senti amado

fixo o teu corpo saudade



lembro a nossa ardente correria

os gemidos de prazer

as palavras partilhadas obscenas

deleite de amor e poesia

tocar-te o corpo o teu sexo a arder

a voz nos telefonemas



guardo as fotos tiradas em Paris

para mim de ti disseste

sorrindo com paixão de menina

o peluxe os gestos subtis

com que me mimavas e perdeste

doce tão tanto feminina



lembro quão maravilhoso o idílio

enquanto na penumbra

ausentes do silêncio tumultuoso

homem e mulher exilio

dormiam à nossa espera rubra

era a solidão do gozo



quando enfim chegaste à cidade

verde mar que nos unia

tive ciumes por ti deslumbrante

temias ver-me nesse dia

mas senti que era já tarde

como se não fosse trair ser amante



lembro foste pérfida de ordinária

fui talvez apenas o objecto

dum devaneio desvario depressivo

e acusei a carga horária

em que mergulhamos de amor concreto

sem estranhar o teu motivo







autor:jrg









Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D