Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

SamuelDabó

exercícios de escrita de dentro da alma...conhecer a alma...

SamuelDabó

exercícios de escrita de dentro da alma...conhecer a alma...

31
Mar08

PAIXÃO EM ANGRA DO HEROÍSMO . Cont.4

samueldabo

A mão segurando o meu braço, caminhámos pelas veredas do jardim. A chuva tinha cessado desde o almoço e o Sol de tons amarelados, em declínio rumo a outros horizontes.

-Carla, sempre pensei que as pessoas sofrem por impulsos.  Não sei se aquilo que está a surgir de nós, em nós, é uma Paixão efémera, se amor profundo, se um simples desejo de sexo. Mas sei, sinto que é muito intenso, maravilhosamente intenso.

Senti a pressão da mão dela, delicada, os dedos finos, longos, as unhas acertadas e em tons claros.

-Tu não sabes e eu, que me pergunto desde pouco depois do instante em que te levei ao meu segredo de adolescente. Que força é esta que me impele a querer estar junto de ti. Que paz. Não faças nada. Não digas nada. Meu Deus!.

Sem se darem conta, tinham saído do jardim e caminhavam agora por uma das ruas transversais à rua da Sé, e que leva à baía. Alberto escutando, mais sereno. O sabor a frutos, ainda daquele beijo, fortuito , inesperado e disse, com a voz tremida, temeroso de não corresponder ao que Carla esperava.

-Se aceitares, gostava de namorar, à antiga, fruir dos teus encantos. Falarmos de projectos comuns, dissecarmos o que nos tramou anteriormente, quais os nossos ideais de parceiro, o que estamos dispostos a partilhar, a ceder.

Pararam junto a uma esplanada que havia no passeio, assente num tablado de madeira, as mesas cobertas por toalhas vermelhas, a lobrigar o azul do mar em frente, por uma nesga entre esquinas.

-Lanchamos?  A nossa primeira refeição juntos?

Carla olhou-o nos olhos, embevecida, reparou que Alberto era um homem diferente dos que conhecera até então. Um rosto moreno de olhos castanhos, o cabelo com laivos de branco a despontar, um charme. A voz quente e segura. Palavras sensatas. Falando apenas o necessário e para dizer coisas bonitas que ela gostava de ouvir. O perfume do corpo. Inteligente.

-Seria fácil, aproveitar o momento de clímax emocional e enrodilharmo-nos num qualquer local. Uma queca efémera  sem virtude e cada um seguia o seu caminho saboreando prazeres ou frustrações que o outro nunca viria a saber. Estou disposta a aceitar.

Alberto, segurou na mão dela com afecto e ,chegando o rosto ao rosto de Carla, olhos nos olhos, os lábios húmidos de um e do outro numa suave e voluptuosa troca de odores.

Alberto sentiu-se inundar da felicidade emergente daquela mulher, levantou-se, derrubou uma cadeira e rodopiou em passo de valsa , curvando-se no convite para que a sua dama o seguisse até ao mar, que era o selo ideal, para um tratado de compromisso na procura de ideais comuns.

Seguiram pela estradinha que circunda a baía, junto ao forte de S.João Baptista. E quase junto ao bar, no limite, desceram a escada, o mar sereno, padrinho, deram as mãos, os olhos verdes dela, pregados nos castanhos dele, disseram as palavras em uníssono :

-Prometo lealdade

-prometo dar-me a conhecer, não mentir.

-prometo não te abandonar nas horas difíceis .

-prometo respeitar-te

-prometo ajudar-te a construir um projecto de vida.

-prometo amar-te

-prometo ser um bom pai - uma boa mãe

Uma onda atrevida lançou salpicos de espuma, enquanto, alheios a tudo, ao pescador que perto lançava isco aos peixes, à chuva que voltara a cair, os lábios sequiosos, numa ânsia de absolutos, as línguas num alvoroço de sucções, os braços em volta e as mãos de Alberto , irrequietas que afagam docemente os seios endurecidos.

-É noite. Jantamos juntos?

E Carla, o olhar esfusiante de felicidade.

-Agora não te quero deixar mais.

continua...

 

 

Registed by : Samuel Dabó /P>

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D