Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

SamuelDabó

exercícios de escrita de dentro da alma...conhecer a alma...

SamuelDabó

exercícios de escrita de dentro da alma...conhecer a alma...

15
Jan10

O A M O R

samueldabo

quem o amor sente apenas uma queca

e que de queca em queca procura o seu amor

encontra em cada pausa a alma seca

e o corpo elanguescido mergulhado no torpor

 

amor é sentir o outro em nós

é sentirmo-nos a nós dentro do outro

é acatar da natureza que não estamos sós

é partilhar cada momento de encontro 

 

amor não se esgota na efémera paixão

nem se acha na procura incontinente

é um clic biocósmico que entra no coração

e que não se apaga mais da nossa mente

 

amar alguém que não nos sente é uma tragédia

atormenta a alma torna o corpo depressivo

é amar a solidão que paira erradia

à espreita de entrar no ser de amor obsessivo

 

amor e sexo não é um no outro a condição

pode amar-se alguém e ter no gozo doutro o sexo

o sexo é uma ânsia do corpo num momento de tesão

o amor é na ânsia da alma persistente e reflexo

 

o corpo é de sua natureza dado à infidelidade

o amor é sentimento que na alma se solidifica

como flor que germina livre buscando a fertilidade

ou como o homem que sabe que tudo nele se modifica

 

eu quero cuidar de ser na alma amante 

de amigo amiga por cada momento em mim achado

amo loucamente o sentido aglutinante

num ser numa palavra a floresta a serra o mar encapelado

 

autor: JRG

14
Jan10

TRILOGIA DA DOR

samueldabo

vejam bem

que nem tudo são espinhos

onde existem rosas

há também

perfumes vizinhos

cores maviosas

 

vejam bem

que nem tudo é amor

onde existem paixões

há também

fogo que queima sem ardor

frio que arde nos corações

 

vejam bem

que nem tudo são luzes

quando o olhos rutilam

há também

brilhos fantasistas que iludem felizes

e deixam mágoas que ficam

 

autor: JRG

11
Jan10

VIESTE MULHER E ME LEVASTE

samueldabo

vieste de manhã cedo melodiosa

deliro ao som maravilhoso da tua gargalhada

amor da alma mulher louca virtuosa

que sinto estremecer dentro de mim apaixonada

 

vieste na frescura da manhã tão luminosa

e fizemos amor nas palavras que a alma nos ditava

tu de verdes olhos provocante mimosa

eu admirado de ouvir a tua voz que me chamava

 

vieste e foi como se o céu azul uma clareira abrisse

havia um lugar secreto tu e eu embevecidos

em volta das palavras na volúpia que surgisse

quando te ris teus seios arfam balançam intumescidos

 

vieste e senti o teu odor que me provocou

apelativo de mim na alma de ti amante

quis beijar os teus olhos no brilho que me entrou

ou os teus lábios róseos rubros de sabor adocicante

 

vieste tão bela e foi um novo mundo

gravamos os sentires das almas nossa infinitude

vagueámos entre estrelas no abismo profundo

e somos no amor nossa eterna juventude

 

autor: JRG

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D