Segunda-feira, 13 de Abril de 2009

MEMÓRIAS DO TEMPO DE GUERRA - SEXO E PERCEVEJOS

Dolorosa era a noite no silêncio da caserna repleta de cheiros e de mosquitos, acordara sob um pesadelo em que se via a ser comido por bichos e insectos em euforia de carne fresca, suculenta. Sentiu mesmo o deslizar de patas sobre o corpo e instintivamente defendeu-se com palmadas ás cegas, por onde os sentia. No escuro levou a mão ao nariz e deu um salto da cama, cheirava a morte...

Acendeu um isqueiro e viu as patas em movimentos loucos no lençol de pano cru, eram percevejos. Que merda!!!...

Despertou, já não havia sono que o deitasse na tarimba infesta. Pensou em Alexandra e embrenhou-se no sono dela, à procura de ser sonho, de algum modo estar nela, ser ela.

Foi ás latrinas em frente da caserna, o cheiro a creolina já não o incomodava tanto e ao pensar em Alexandra, nos aromas que trazia na memória, aromas do sexo, da pele macia, da boca fresca e quente,  ia-se masturbando deleitosamente, como se fora ela a sua mão fechada sobre o sexo dele.  Manuel António...os movimentos da mão, as contracções do corpo, a mente contraída num desejo de voar, que contornasse a mentira que era estar ali.

O aperto final, o jacto de esperma se soltava enérgico, como se fora um seu filho que ele abortava de uma forma inglória,  numa cópula sem fêmea, sem troca de afectos, para ele só na sua solidão por um momento.

Permaneceu na latrina mais alguns minutos, o corpo dormente mas liberto de novas energias, o esperma nas mãos, elástico, cheiroso de si, podia ser um seu filho....

Voltou para a entrada da caserna, havia alguns que ressonavam, outros falavam alto, ou murmúrios das almas despertas, algures alguém se masturbava, sentia pelo arfar entrecortado da emoção do desejo.

Acedeu um cigarro e sentou-se no patamar da entrada. À noite havia uma aragem mais fresca ainda que densa e tensa. A Magia da noite e em África, onde tudo era mistério, desde os olhos luzidios e doces das crianças. Apenas o motor do gerador, agora gritante, numa evidência de estar ali, de ser um estorvo ao livre desenrolar dos seus pensamentos.

O Francês, chamavam-lhe assim porque estava emigrado em França, viera voluntariamente para não ser considerado desertor, também ele incomodado pelos percevejos, ensonado, discreto, aprendera em França que esta guerra era suja, uma mentira da história.

Ambos a percorrer memórias recentes e mais antigas de antes deles, de outras guerras, a imaginar em que condições viviam os combatentes, as grandes caminhadas, a alimentação frugal, alistados à força como eles próprios, seduzidos pelo saque numa eventual vitória, condenados à morte quando perdiam...abandonados se feridos com gravidade.

Que merda, esta e qualquer outra guerra.

De manhã, logo após o toque de alvorada, o sol nascente ainda morno, mavioso de cor e luz sobre os telhados de colmo da tabanca, a mata luxuriante em fundo, tirou o colchão e colocou-o ao sol encostado à parede da camarata. Afinal, era uma infestação total, os colchões regados com creolina, uma limpeza mais acentuada na caserna.

Faltava uma semana para ir à cidade tratar dos dentes. Voltar a ver um pouco do mundo de onde viera...

 

sinto-me:
música: A Barca da Fantasia. Teresa Salgueiro
publicado por samueldabo às 00:42
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 4 de Abril de 2009

...

vislumbro o teu corpo no cume da montanha sublime os teus lábios unidos não sorriem choram nostalgias regurgito da memór...

Ler artigo
sinto-me:
música: Requiem For a Dream
publicado por samueldabo às 15:36
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 25 de Março de 2009

SE FOSSE EU O TEU ELE...

porque choras meu amor se fosse eu o teu eleito entrariamos ambos em teu peito para que não tivesses dor a tua mágoa se...

Ler artigo
sinto-me: poético
música: bolero de ravel
publicado por samueldabo às 16:02
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 15 de Outubro de 2008

SONHOS NO OCASO DA VI...

A imagem dela sedutora, os olhos intensos de um brilho estranho que raiava o limiar da felicidade. Olhos castanhos, prof...

Ler artigo
sinto-me: sonho iluminado
música: pássaro de fogo
publicado por samueldabo às 09:30
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 16 de Setembro de 2008

MORREU O FERNANDO DO ...

Era um homem bem humorado. Cozinheiro exímio, que tinha a paixão de cantar o fado. Cultivava o dom da simpatia. Morreu d...

Ler artigo
sinto-me: fúnebre
música: cantos gregorianos
publicado por samueldabo às 15:25
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 6 de Agosto de 2008

POESIA ERRADIA II

a um filho morto Ontem a comoção foi da espessura dum susto duma árvore corrend...

Ler artigo
sinto-me: comunicativo
música: A garrafa vazia/ de Manuel Maria
publicado por samueldabo às 01:06
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 30 de Julho de 2008

MEMÓRIAS DA GUERRA-GA...

Era manhã cedo como de costume e o sol ainda se ocultava nas brumas da aurora fresca e húmida que não tardaria em tran...

Ler artigo
sinto-me: Comunicante
música: bairro negro - José Afonso - Marisa
publicado por samueldabo às 17:55
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. MEMÓRIAS DO TEMPO DE GUER...

. ...

. SE FOSSE EU O TEU ELEITO!...

. SONHOS NO OCASO DA VIDA

. MORREU O FERNANDO DO CALD...

. POESIA ERRADIA II

. MEMÓRIAS DA GUERRA-GANDEM...

. O DELFIM NÃO ERA UM ASSAS...

. MEMÓRIAS DA GUERRA - CORR...

. DESAFIO

.arquivos

. Dezembro 2016

. Janeiro 2016

. Outubro 2015

. Dezembro 2014

. Outubro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2006

. Abril 2006

.tags

. todas as tags

.favorito

. VIESTE MULHER E ME LEVAST...

. Significados

. O Velho e a Miúda - Pesca...

. E ficamos por aqui...

. XVI - O recital

. Tempestade ou Destino

. Destaque da semana...

. História Romanceada...

. Hoje apetece-me falar de ...

. JUSTIÇA - Os direitos da ...

.links

.as minhas fotos

.Vejam Bem

Redondo Vocábulo - José Afonso Utopia - José Mário Branco, Amélia Muge e João Afonso O Pastor De Bensafrim - José Afonso Vampiros - José Afonso Os Eunucos (No Reino Da Etiópia) - José Afonso

:: LINK-ME ::


Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa útil - home - pesquisa avançada - últimos posts - tops / estatísticas direito de resposta - área de utilizador - logout informação - ajuda / faqs - sobre o blog.com.pt - contacto - o nosso blog - blog.com.pt no Twitter - termos e condições - publicidade parceiros e patrocinadores
a href="http://s304.photobucket.com/albums/nn170/CarlaOliveira1977/?action=view¤t=premiodajoanina.jpg" target="_blank">Photobucket Photobucket

.Navegante do Infinito

Navegante do Infinito


Exibir minha página em poeticadigital

.Link-me

Dedução de despesas com saude animal em IRS MyFreeCopyright.com Registered & Protected

widgets
BlogBlogs.Com.Br
Site certificado
ofertas
ofertas de voos
voli economici londra
BlogBlogs
Visite Portugalmaresias

Exibir minha página em poeticadigital
blogs SAPO

.subscrever feeds