Terça-feira, 27 de Maio de 2008

A NETA

É linda. Direi que é bela no seu conjunto absoluto de genes. Porque além de linda tem um sorriso genuíno e expressivo do que é na sua essência de si. E a voz soa musicada de dentro em silabas concretas e afirmativas do seu querer.

Ter visto a eco onde aparece disforme, quase monstro, e adivinhar, sentir, a transcendência do que virá, porque a sentimos no bater apressado do coração. E senti mo-nos nós lá, na totalidade de nós porque já não temos outra utilidade.

Estamos no limite de ela ser, porque somos a última referência tendo sido a primeira, dela no pleno da vida que lhe surge em emoções de alegria.

Ainda não há a dor. É apenas um ser indefeso de per si, que se sabe e sente defensável. É um ser a apreender tudo que ouve sente, vê e mexe. E vê-la revolver o que interioriza, reflectir já em si as impressões que lhe chegam que absorve com ligeireza, a interrogar-se quando interroga, e a transmitir de si a imagem da inteligência evolutiva.

Primeiro as letras, uma a uma, os números a que foi juntando afirmações. O dó, ré, mi em  entoação musical que te arrancava sorrisos, o tá tá  té té ti ti...O b  a   ba e por diante até ao hoje que contróis as palavras já em pré-conceitos do ser que cresce no teu corpo mimado de menina..

Lembro o esbracejar dos braços como se quisesses voar e as mãos batendo no tampo da mesa a chamar a atenção para a evidência de ti. As tentativas de gatinhar, mas movendo na direcção da retaguarda, as mãos a empurrar o corpo e não os joelhos e os teus gestos pela frustração de  não seguires o rumo que te indicávamos, ou seria porque era a ti que competia traçar o rumo e não a nós tão sábios a aprender-te de nós.

E naquele dia em que nos reencontrámos, na praia, e ensaiaste os primeiros passos e nós pensámos que o fizeras pela emoção da nossa visita e batemos palmas, todos e tu, exultante da alegria de seres capaz.

Minha querida menina, meu amor, meu milésimo de gene, de mim. O afã de te preparar para o mundo que vais ter que enfrentar. Tornar-te poderosa na tua essência para que o corpo, o invólucro que te acoberta a alma não te traia nas emoções do caminho

Agora já andas, corres e fazes tropelias. Mas tens a dimensão da humanidade que vais ser e preocupas-te comigo, com o que eu não sei de ti.

Queres mandar nas brincadeiras  e experimentar de tudo o que vês aos grandes. Tens pressa de ser grande, como eu tive e não sabia como sei que ser grande não é ser maior

se não se souber o que se é.

Meu amor de menina, quero que saibas que és a segunda mulher da minha vida, e ainda és só uma menina.

Espero por ti. Sempre

 

sinto-me: comunicativo
música: Vickie o Pequeno Golfinho
publicado por samueldabo às 16:58
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. MEMÓRIAS DO TEMPO DAS FES...

. BRINDO A UM ANO DE CONSCI...

. EU JÁ VOTEI!...

. BEIJO MEU PIONEIRO

. CENAS EM CONSTRUÇÃO

. LANÇAMENTO DO LIVRO: O DE...

. LANÇAMENTO DO LIVRO: O DE...

. 27 DE DEZEMBRO DE 1945

. O DESASSOSSEGO DA MEMÓRIA...

. DOLORES

.arquivos

. Dezembro 2016

. Janeiro 2016

. Outubro 2015

. Dezembro 2014

. Outubro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2006

. Abril 2006

.tags

. todas as tags

.favorito

. VIESTE MULHER E ME LEVAST...

. Significados

. O Velho e a Miúda - Pesca...

. E ficamos por aqui...

. XVI - O recital

. Tempestade ou Destino

. Destaque da semana...

. História Romanceada...

. Hoje apetece-me falar de ...

. JUSTIÇA - Os direitos da ...

.links

.as minhas fotos

.Vejam Bem

Redondo Vocábulo - José Afonso Utopia - José Mário Branco, Amélia Muge e João Afonso O Pastor De Bensafrim - José Afonso Vampiros - José Afonso Os Eunucos (No Reino Da Etiópia) - José Afonso

:: LINK-ME ::


Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa útil - home - pesquisa avançada - últimos posts - tops / estatísticas direito de resposta - área de utilizador - logout informação - ajuda / faqs - sobre o blog.com.pt - contacto - o nosso blog - blog.com.pt no Twitter - termos e condições - publicidade parceiros e patrocinadores
a href="http://s304.photobucket.com/albums/nn170/CarlaOliveira1977/?action=view¤t=premiodajoanina.jpg" target="_blank">Photobucket Photobucket

.Navegante do Infinito

Navegante do Infinito


Exibir minha página em poeticadigital

.Link-me

Dedução de despesas com saude animal em IRS MyFreeCopyright.com Registered & Protected

widgets
BlogBlogs.Com.Br
Site certificado
ofertas
ofertas de voos
voli economici londra
BlogBlogs
Visite Portugalmaresias

Exibir minha página em poeticadigital
blogs SAPO

.subscrever feeds