Sábado, 8 de Março de 2008

O TRIUNFO DA MEDIOCRIDADE

Olho à minha volta e não vejo o país que cada uma de nós sonha em criança, onde as pessoas sejam felizes , colhendo do que plantaram de sua livre escolha, sem inveja de terceiros e com os problemas imprevisíveis acobertados pela solidariedade do todo, eficazmente gerida pelos governos sufragados.

Somos um povo criativo, inteligente e empreendedor, quando nos proporcionam os meios e os estímulos .

Constatamos o quanto somos queridos e premiados pelo nosso contributo a causas e economias exteriores. Enquanto no nosso país, a Auto Europa continua a ser o modelo da excelência da capacidade dos Portugueses., E ninguém parece perguntar o porquê.

Nas empresas, em geral, assistimos ao triunfo da mediocridade, sendo os mais aptos afastados, as mais das vezes, nas chamadas reorganizações internas. Estou em crer que das centenas de milhar de desempregados que se arrastam humildemente nos centros de emprego, uma parte considerável envolve dos melhores trabalhadores de Portugal.

As pessoas lêem pouco, e quando lêem, nem sempre são veículos para catapultar as suas reais capacidades, antes propagandeados êxitos efémeros e desprovidos de uma verdadeira intenção de modelo de desenvolvimento. Na literatura procura-se o êxito fácil e imediato. O escritor é tido não pelo seu contributo para a mudança, mas pelo número de exemplares vendidos

Nas escolas, laboratórios da formação , onde a riqueza do nosso povo deveria ser pedagogicamente exacerbada , constituindo uma força poderosa de cidadãos motivados para se colocarem sempre entre os primeiros,  os professores consideram que não tem nada a ver com com o insucesso reinante.

Penso, até, que a maioria, na classe dos professores, não tem espírito de missão, não gosta de ensinar, não acredita que a chave do sucesso de todo um povo, está nas suas mãos, antes se preocupa com questões de nível salarial, de horários de trabalho, de regalias que tinham e lhes querem tirar, com ataques a um (a) ministro, enredados nas teias de confrarias sindicais, por vezes já desajustadas do tempo e com ligações perigosas a quem se habituou a comercializar os interesses dos representados, a troco de mordomias ou cedências em capítulos de mais altos interesses próprios.

E ai de quem se arrogue o dever de tentar reformular, reformar, criar de novo!

 

sinto-me: assustado
música: hino nacional
publicado por samueldabo às 14:04
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. MEMÓRIAS DO TEMPO DAS FES...

. BRINDO A UM ANO DE CONSCI...

. EU JÁ VOTEI!...

. BEIJO MEU PIONEIRO

. CENAS EM CONSTRUÇÃO

. LANÇAMENTO DO LIVRO: O DE...

. LANÇAMENTO DO LIVRO: O DE...

. 27 DE DEZEMBRO DE 1945

. O DESASSOSSEGO DA MEMÓRIA...

. DOLORES

.arquivos

. Dezembro 2016

. Janeiro 2016

. Outubro 2015

. Dezembro 2014

. Outubro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2006

. Abril 2006

.tags

. todas as tags

.favorito

. VIESTE MULHER E ME LEVAST...

. Significados

. O Velho e a Miúda - Pesca...

. E ficamos por aqui...

. XVI - O recital

. Tempestade ou Destino

. Destaque da semana...

. História Romanceada...

. Hoje apetece-me falar de ...

. JUSTIÇA - Os direitos da ...

.links

.as minhas fotos

.Vejam Bem

Redondo Vocábulo - José Afonso Utopia - José Mário Branco, Amélia Muge e João Afonso O Pastor De Bensafrim - José Afonso Vampiros - José Afonso Os Eunucos (No Reino Da Etiópia) - José Afonso

:: LINK-ME ::


Estou no blog.com.pt - comunidade de bloggers em língua portuguesa útil - home - pesquisa avançada - últimos posts - tops / estatísticas direito de resposta - área de utilizador - logout informação - ajuda / faqs - sobre o blog.com.pt - contacto - o nosso blog - blog.com.pt no Twitter - termos e condições - publicidade parceiros e patrocinadores
a href="http://s304.photobucket.com/albums/nn170/CarlaOliveira1977/?action=view¤t=premiodajoanina.jpg" target="_blank">Photobucket Photobucket

.Navegante do Infinito

Navegante do Infinito


Exibir minha página em poeticadigital

.Link-me

Dedução de despesas com saude animal em IRS MyFreeCopyright.com Registered & Protected

widgets
BlogBlogs.Com.Br
Site certificado
ofertas
ofertas de voos
voli economici londra
BlogBlogs
Visite Portugalmaresias

Exibir minha página em poeticadigital
blogs SAPO

.subscrever feeds